expressões mais comuns em espanhol

Fique por dentro de 5 expressões mais comuns em espanhol

Você sabe quais são as expressões mais comuns em espanhol e em que momentos elas são usadas? Assim como o português, outros idiomas também têm as suas expressões que, se traduzidas ao pé da letra, não fariam sentido nenhum.

Um bom exemplo dessas relações pode se dar entre o inglês e o português. Se traduzíssemos o “Deus ajuda quem cedo madruga” para “God helps who wakes up early” certamente nenhum americano nos entenderia.

Entretanto, existe uma versão específica: “The early bird catches the worm” (O pássaro madrugador pega a minhoca) que, para eles, tem sentido similar. E é assim que acontece também em relação ao espanhol e outras línguas estrangeiras: há sempre elementos culturais envolvidos.

Se você já ouviu alguma expressão em espanhol que o deixou em dúvida sobre o que o interlocutor realmente quis dizer, continue a leitura deste artigo, pois listamos abaixo algumas das principais expressões no idioma e seu significado.

1. Ni en pedo

Se traduzíssemos “pedo” ao pé da letra, teríamos o equivalente a “porre”, em português. “Nem em porre”, entretanto, não faz nenhum sentido para nós. Se levarmos em conta que o significado de “Ni en pedo” refere-se a algo que jamais, de forma alguma vai acontecer, até faria sentido. Entretanto, para dizer algo semelhante, costumamos utilizar o famoso: “Nem que a vaca tussa”.

2. Con pelos y señales

A tradução literal ficaria: “Com pelos e sinais”. Mas o que isso quer dizer para nós que, em português, jamais ouvimos sequer algo parecido? Na realidade, a expressão significa “detalhadamente”. Em nosso velho e bom português, diríamos algo como “tintim por tintim”.

3. Decirle a uno cuantas son cinco

Que sentido faria, em português, dizer a alguém “quanto são cinco”? Papo de louco, não é mesmo? Entretanto, a famosa expressão do espanhol se refere a buscar explicações, deixar às claras uma situação ou mal-entendido. Ela pode ser usada em uma mesma ocorrência na qual aqui no Brasil diríamos que vamos “botar os pingos nos is”.

4. A buenas horas mangas verdes

A expressão a que nos referimos nada tem a ver com a cor da blusa, embora tenha surgido no século XV, quando o exército formado pelos reis católicos usavam blusas de mangas verdes. Ela pode ser usada quando é tarde demais para fazer algo, quando a pessoa em questão já “perdeu a hora” de tomar uma atitude. À época dos reis, eles tinham a fama de chegar tarde demais para atender às emergências. Daí a relação com a expressão. Em português, usamos algo como: “A essa altura do campeonato…”.

5. Si las barbas de tu vecino ves cortar, pon las tujas a remojar

A expressão não tem nada a ver com fazer a barba, mas, sim, com prevenir-se de uma possível situação. Ela surgiu tomando por lógica a seguinte situação: vamos supor que cortaram a barba do seu vizinho. Ao que tudo indica, a sua será a próxima, então melhor já ir colocando-a de molho. O significado diz respeito à prevenir-se para não ser pego de surpresa por uma situação. Nesse caso, até temos algo similar em português. Você já ouviu alguém falar em “colocar as barbas de molho”?

Percebeu a importância de entender as expressões mais comuns em espanhol? É por isso que dizemos que traduzir ao pé da letra nem sempre é o melhor a fazer.

Se você gostou do post, leia também este sobre a importância das ferramentas de tradução.

Arabera Traduções

O blog Arabera: aqui te damos as melhores dicas para traduções e interpretações.

Sem comentários

Cancelar